Coronavírus: Japão coloca navio com 3.500 pessoas a bordo em quarentena

104
O governo do Japão colocou em quarentena um navio de cruzeiro com 3.500 pessoas a bordo e realizou exames entre os passageiros para detectar o novo coronavírus, porque um idoso de 80 anos que desembarcou em Hong Kong em 25 de janeiro foi diagnosticado com a doença.

O Japão pôs em quarentena um navio com 3.500 pessoas, com medo do contágio do coronavírus.

O governo enviou especialistas do serviço médico ao navio Diamond Princess, ancorado no porto de Yokohama, para verificar a saúde dos 2.500 passageiros e 1.000 tripulantes, informa a AFP. .

Uma mulher de vinte anos que está viajando com a mãe no navio disse à emissora de televisão TBS que todos os passageiros “foram orientados a ficar em seus quartos para aguardar exames médicos”.

Desde sábado, o Japão passou a vetar a entrada de estrangeiros que estiveram na província chinesa de Hubei, epicentro do surto, nas últimas semanas ou de portadores de passaportes chineses emitidos na localidade.

O Ministério da Saúde informou na segunda-feira que 20 pessoas no Japão apresentaram resultados positivos para a presença do coronavírus, embora quatro delas não apresentassem sintomas.

wscom