Corpo de PM morto após troca de tiros com policiais militares do RN é velado, na Paraíba

13105

O corpo do PM morto após uma troca de tiros com policiais militares do Rio Grande do Norte começou a ser velado na tarde desta quarta-feira (30), em Campina Grande, no Agreste da Paraíba. O velório teve início em uma igreja evangélica no bairro Severino Cabral e deve continuar no cemitério Campo Santo Parque da Paz, a partir das 19h.

O corpo do soldado Edmo Tavares, de 36 anos, chegou em Campina Grande por volta das 17h, quando o velório começou. O sepultamento do policial está previsto para acontecer às 9h da quinta-feira (31), no cemitério Campo Santo Parque da Paz, no Distrito Industrial da cidade.

O crime aconteceu na tarde da terça-feira (29) no distrito de Cachoerinha, no município de Tacima, no Agreste da Paraíba.

Policial militar é morto após troca de tiros com outros PMs

Um policial militar de 36 anos morreu após uma troca de tiros com outros PMs na tarde desta terça-feira (29), no município de Tacima, no Agreste da Paraíba. Segundo informações do delegado seccional de Solânea, Diógenes Fernandes, os policiais teriam confundido uns aos outros com bandidos.

Ainda de acordo com o delegado, a vítima vendia cestas básicas durante a folga, no distrito de Cachoerinha. No mesmo local, outros três policiais militares do Rio Grande do Norte estavam à paisana, enquanto realizavam uma operação para capturar foragidos.

Quando desceu do carro em que estava, Edmo viu que os policiais estavam armados e os confundiu com bandidos. Ele atirou contra os PMs, que revidaram com vários tiros.

Comando determina afastamento de policiais militares do RN envolvidos em morte de PM

O Comando Geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte informou, na manhã desta quarta-feira (30), que determinou o afastamento de três policiais militares potiguares envolvidos em uma operação que resultou na morte de um colega PM da Paraíba, na tarde desta terça-feira (29) em Tacima, município paraibano.

A corporação afirmou que os policiais militares lotados no 8° Batalhão de Polícia Militar, sediado em Nova Cruz, foram à comunidade de Cachoeirinha, no município da Paraíba, à procura de um homem que tinha um mandado de prisão em aberto, expedido pela justiça do Rio Grande do Norte.

Ainda segundo a PM, durante a abordagem em via pública houve uma troca de tiros com um homem que estava com seu veículo próximo ao local. “Durante a contenda, o cidadão foi atingido e devidamente socorrido à unidade hospitalar mais próxima. Foi constatado posteriormente que se tratava de um Policial Militar do Estado da Paraíba”, informou ainda a corporação.

O inquérito da Polícia Militar tem prazo de 40 dias e pode ser prorrogado por 20 dias.

G1