Deputado compara governos socialistas: “Um era ditador e o outro do diálogo”

80
O deputado estadual Raniery Paulino, do MDB, foi questionado sobre um convite formulado pelo ex-governador e vice-presidente do MDB, Roberto Paulino, ao governador João Azevêdo, para se filiar aos quadros do partido.
Com o processo de ‘ebulição’ instaurado no Partido Socialista Brasileiro (PSB), os socialistas continuam tentando lidar com o desgaste da relação entre Ricardo Coutinho e João Azevêdo, o ex-governador e atual governador da Paraíba, respectivamente.
Raniery opinou sobre essa situação vivenciada pelo PSB e que, em sua opinião, haverá consequências.
– Eu acho que o primeiro momento tem que, o partido, o PSB, uma vez tendo o rompimento, naturalmente, saber que haverá consequências. Eu não tenho condições, assim como não me sinto autorizado, a fazer convite ao governador para o MDB – confessou o deputado.
Durante entrevista em uma rádio pessoense, ele ainda chegou a fazer uma comparação dos governos, dizendo que ao passo que o governo de João é mantido pelo diálogo, o de Ricardo era regido por práticas ditatoriais.
– O estilo de João, particularmente, pelo menos, é possível ter diálogo. Viramos aquela página negra e ditatorial, onde se calava a imprensa e a oposição, aqui, era ameaçada em levar surra. Graças a Deus, passou. E que isso não volte mais a ocorrer – recordou Paulino.
Do Paraíba Online