Latina de 28 anos vence veterano democrata nas primárias de NY

single-image

As eleições primárias do Partido Democrata americano pelo distrito de Nova York para o Congresso surpreenderam na última terça-feira (26) ao eleger uma candidata de esquerda e de origem latina no lugar de um candidato com 10 anos de mandato, cotado para ser o próximo presidente da casa. Se eleita, Alexandria Ocasio-Cortez, de 28 anos, pode se tornar a mulher mais jovem a ocupar um assento na Câmara dos Representantes.

Alexandria venceu por 57,5% dos votos o tradicional Joe Crowley, de 56 anos, nas eleições primárias para o representante Democrata do distrito de Nova York na Câmara. Crowley já está em seu décimo mandato e há 14 anos não enfrentava uma concorrência tão forte dentro de seu partido. O político era cotado para ser o presidente da Câmara dos Estados Unidos.

Mas a agenda de esquerda, alinhada ao do ex-candidato a presidente nas primárias democratas de 2016, Bernie Sanders, derrotou o democrata tradicional. Alexandria trabalhou na campanha de Sanders e defende saúde gratuita universal, o fim das mensalidades nas universidades, a reforma na Justiça Criminal e os direitos das minorias.

Filha de uma faxineira de Porto Rico, ela nasceu Bronx e trabalhou como garçonete para ajudar a mãe. Formada em Economia e Relações Internacionais pela Universidade de Boston, Alexandria disse ter optado por lançar sua candidatura depois de ver Donald Trump vencendo as eleições presidenciais.

Segundo ela, faltam representantes negros e das demais minorias nas esferas de poder americanas. O distrito para o qual concorre inclui o Queens e o Bronx, ambos bairros com os maiores contingentes de minoria étnica de Nova York.

Fonte: Veja

Deixe seu comentário