Morre médico chinês na linha de frente do combate ao coronavírus

6734
Imagem: Reprodução/Mirror

Médico chinês se torna uma das vítimas do coronavírus enquanto atuava no epicentro do novo surto.

Um médico chinês, de 62 anos, se transformou em uma das vítimas fatais do coronavírus enquanto tratava pacientes na cidade de Wuhan, na China.

Localizada na província de Hubei, esta cidade de 11 milhões de habitantes é considerada o epicentro do surto da nova variante de coronavírus.

Liang Wudong morreu da doença causada pela infecção do vírus, segundo informações da mídia estatal CGTN.

A morte foi confirmada enquanto o último boletim divulgado por autoridades chinesa da saúde apontam para um número de 41 vítimas fatais, enquanto a quantidade de infectados supera os 1 mil.

A província de Hubei conta atualmente com 14 cidades com restrições de circulação, o que afeta diretamente cerca de 40 milhões de pessoas.

renovamidia