Por suspeita de pirâmide financeira, MPF analisa empresa ligada a Ronaldinho

5
© Fornecido por Três Editorial Ltda (Arquivo) Em 2015, Ronaldinho e seu irmão Roberto foram condenados a pagar uma multa pela construção ilegal de um trapiche de pesca em uma Área de Preservação Permanente. A multa já ultrapassa o valor de R$ 8 milhões. - AFP

O Ministério Público Federal (MPF) analisa duas representações contra a 18kRonaldinho, uma empresa que, segundo o UOL Esporte, possui indícios de aplicar um golpe conhecido como pirâmide financeira.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM), entidade que fiscaliza o mercado de investimentos, abriu um processo após receber denúncia contra o negócio. A empresa promete rendimento de até 2% ao dia em bitcoins a clientes que investirem a partir de 30 dólares, além de bônus para indicações.

Pirâmide financeira é uma prática ilegal e considerada crime contra a economia popular. Procurado pelo UOL, o advogado de Ronaldinho disse que o ex-jogador rompeu com a empresa há duas semanas. A 18kRonaldinho declarou que faz marketing multinível e que operações com bitcoins são feitas com capital próprio.

istoe.com.br