Tomar café em excesso aumenta risco de pressão alta

single-image
© cokada/istock Dose segura de café é 150 ml

O hábito de tomar café em excesso pode ser prejudicial não somente para o estômago. Um estudo realizado pela Universidade de São Paulo (USP) concluiu que consumir mais do que três xícaras da bebida, o equivalente a 150 ml, por dia aumenta em até quatro vezes a chance de pessoas geneticamente predispostas a apresentarem pressão alta.

O trabalho, que foi publicado na revista científica “Clinical Nutrition”, da Sociedade Europeia de Nutrição Clínica e Metabolismo, analisou fatores genéticos, consumo de café e níveis de pressão arterial de 533 pessoas, com mais de 20 anos.

Na pesquisa, foram considerados como pressão alta valores acima de 140 por 90 milímetros de mercúrio (14 por 9). De acordo com os pesquisadores, a dose de até 150 ml por dia não está associada significativamente ao risco aumentado de pressão alta, mesmo em pessoas predispostas. O problema é que quando ultrapassa isso.

Por outro lado, os pesquisadores observaram que três xícaras de café por dia pode prevenir a calcificação da artéria coronária e ser benéfico à saúde cardiovascular. Isso se explica pela presença de polifenóis, compostos bioativos, que estão presentes em abundância no café.

De acordo com a American Heart Association, o consumo moderado de café por indivíduos saudáveis não aumenta o risco de doenças cardíacas.

catracalivre.com.br

Deixe seu comentário