Trump e Macron almoçam juntos antes do G7

11
Presidentes dos Estados Unidos e da França em encontro bilateral antes da reunião dos líderes do G7 — Foto: Francois Mori/POOL/AFP

O presidente francês Emmanuel Macron e o americano Donald Trump almoçaram juntos neste sábado (24) em Biarritz, para amenizar suas diferenças antes do início esta tarde da cúpula das sete economias mais desenvolvidas do mundo (G7), um encontro que não havia sido planejado.

Os dois líderes se encontraram no “Hôtel du Palais” de Biarritz, resort à beira-mar no sudoeste da França que abriga o G7 de sábado a segunda-feira. A cúpula inclui Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido, Canadá, França, Itália e Japão.

Segundo o palácio do Eliseu, o almoço foi “improvisado” e aconteceu no terraço do Hôtel du Palais, onde Macron e Trump sentaram-se sozinhos, a uma dúzia de metros de seus acompanhantes na cúpula, como o ministro das Relações Exteriores francês, Jean-Yves Le Drian, e o conselheiro de segurança nacional da Casa Branca, John Bolton.

“É um G7 que acontece em um momento de grande desestabilização em várias questões”, assegurou o presidente francês, que falou sobre o conflito sírio e as tensões entre Washington e Teerã como as principais questões de discórdia entre os Estados Unidos e os países europeus.

“Também falaremos sobre questões econômicas para que as coisas possam se acalmar o máximo possível e encontrar boas soluções de maneira coordenada para abordar a questão climática e digital e a igualdade entre homens e mulheres”, acrescentou Macron.

G1