A Paraíba ganhou 9.753 postos de trabalho formal em agosto de 2020 e foi o estado com maior índice de crescimento no Brasil, de 2,46%, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na quarta-feira (30). Os dados apontam que, em agosto, foram registrados 6.583 desligamentos, mas também foram contabilizadas 16.336 admissões, o que resultou no saldo positivo.

Os cinco setores da economia contribuíram para o saldo positivo do mês. A indústria foi o setor com maior saldo positivo, de 4.900 vagas. A agropecuária aparece em segundo lugar com +1.822 vagas, depois a construção (1.466), setor de serviços (939) e comércio (629).

Entre os municípios paraibanos, a cidade com maior crescimento em agosto foi João Pessoa, que teve uma variação positiva de 1.733 postos de trabalho. Mamanguape aparece com 1.533 e, em terceiro, Campina Grande, com 1.521 postos.

Em números absolutos, a Paraíba é o terceiro estado do Nordeste com maior saldo de postos no mês, ficando atrás de Pernambuco (12.714) e do Ceará (12.220).

Apesar do aumento no mês de agosto, no acumulado do ano o saldo ainda é negativo. Nos primeiros oito meses de 2020, o estado registrou 74.377 admissões e 82.822 demissões, o que gera um déficit de 8.445 postos de trabalho, uma variação negativa de 2,04%.

 
G1