O ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, está com covid-19.

A informação foi confirmada por interlocutores de Pazuello e também pelo Ministério da Saúde.

O diagnóstico ocorre no mesmo dia em que ministro protagoniza polêmica com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a intenção de compra, do Ministério da Saúde, de 46 milhões de doses da Coronavac, vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o órgão ligado ao Estado de São Paulo.

A intenção de compra havia sido feita por Pazuello nesta segunda-feira (19) em ofício encaminhado ao diretor-geral do Butantan, Dimas Covas. O documento aponta que a dose da Coronavac seria adquirida ao preço estimado de US$ 10,30 (dez dólares e trinta centavos), “seguindo as especificações da vacina e o respectivo cronograma de entrega descritos no ofício de 16 de outubro de 2020”.

Bolsonaro, contudo, desautorizou Pazuello e afirmou que o governo federal não irá comprar “vacina chinesa do João Doria”.
R7