Os pequenos investidores brasileiros finalmente poderão ampliar sua carteira, comprar ações de companhias estrangeiras e “ser sócios” de empresas como Apple, Amazon e Microsoft, a partir desta quinta-feira (22).

A CVM (Comissão de Valores Mobiliários) aprovou as últimas mudanças no Regulamento para Listagem de Emissores e Admissão à Negociação de Valores Mobiliários da B3 (bolsa de valores brasileira), o que permitiu a liberação.

A autorização para compra dos BDRs entrou em vigor em 1º de setembro, mas precisava de uma regulamentação da B3 para que fosse possível estabelecer o conceito de “mercados reconhecidos”.

Posteriormente, a bolsa de valores avaliará a inclusão de outras bolsas estrangeiras como “mercados reconhecidos”.