A Polícia Federal instaurou um inquérito para apurar as circunstâncias do incêndio que atingiu o Hospital Federal de Bonsucesso, na zona norte Rio, na manhã desta terça-feira (27).

Uma equipe da PF esteve na unidade para iniciar as diligências e a perícia criminal.

O secretário de Defesa Civil, Leandro Monteiro, confirmou que o Hospital Federal de Bonsucesso não tinha certificado de aprovação do Corpo de Bombeiros. Monteiro disse que a unidade já havia sido notificada duas vezes, além de ter recebido dois autos de infração.

Um relatório feito a pedido da Defensoria Pública da União, em 2019, já havia apontado falhas no sistema de combate às chamas. O documento mostrou que a unidade não tinha detector de fumaças e sprinklers (chuveiro automático acionado em caso de necessidade).
R7