O governo federal, por meio do Ministério da Economia, autorizou o retorno de servidores ao trabalho presencial, de acordo com publicação no DOU (Diário Oficial da União) desta terça-feira (3).

O despacho é assinado por Wagner Lenhart, secretário de Gestão e Desempenho de Pessoal.

“Essa instrução normativa estabelece orientações aos órgãos e entidades do Sistema de Pessoal Civil da Administração Pública Federal quanto ao retorno gradual e seguro ao trabalho em modo presencial dos servidores e empregados público”, diz o documento.

Os critérios de retorno às atividades presenciais serão definidos pela respectiva autoridade máxima de cada órgão ou entidade, no entanto, o ministério estabeleceu algumas regras básicas. São elas: ocupação de 50% da capacidade física do prédio, flexibilização dos horários de início e término da jornada de trabalho e observância dos protocolos e medidas de segurança.

A volta dos servidores ao trabalho presencial ocorre oito meses após a determinação do teletrabalho em decorrência da pandemia do novo coronavírus. De acordo com o governo federal, as despesas com o home office foram reduzidas em R$ 466,4 milhões.