Pesquisa encomendada pelo Portal WSCOM junto ao Instituto OPINIÃO-Paraná, divulgada na manhã desta quinta-feira (12), apresenta os números da corrida eleitoral no município de Campina Grande, e aponta a possibilidade de segundo turno entre os candidatos Bruno Cunha Lima (PSD), com 34,09% e Inácio Falcão (PCdoB), com 23,38%. Os números são da consulta aplicada na modalidade estimulada. A candidata Ana Cláudia (PODE) aparece em terceiro, com 16,07%.

O candidato Artur Bolinha (PSL) é o quarto colocado na pesquisa, com 4,8%. Olímpio Rocha (PSOL) aparece com 1,02% das intenções de voto, enquanto que Edmar Oliveira (Patriota), com 0,3%. Indecisos ou não sabem somam 9,16%; Brancos e Nulos, 7,93%; Não opinaram, 3,15%.

Reprodução: Pesquisa WSCOM / OPINIÃO

PROJEÇÃO: VOTOS VÁLIDOS

A pesquisa também faz uma projeção dos votos válidos, quando são descontados os votos em branco e os votos nulos. De acordo com os números, Bruno Cunha Lima tem 42,79%; Inácio Falcão (29,35%); Ana Cláudia (20,17%); Artur Bolinha (6,03%); Olímpio Rocha (1,28%); e Edmar Oliveira (0,38%).

Reprodução: Pesquisa WSCOM / OPINIÃO

ESPONTÂNEA

A pesquisa também aferiu a opinião dos entrevistados na modalidade espontânea, que é quando o entrevistador não apresenta nomes dos candidatos e o entrevistado fala o que lhe vem à cabeça quando é questionado.

De acordo com os números, o candidato Bruno Cunha Lima aparece novamente em primeiro com 28,64%. A candidata Ana Cláudia, desta vez, pontua na segunda posição, com 12,42%. Inácio Falcão é o terceiro, com 11,09% e Artur Bolinha o quarto, com 1,62%.

Outros nomes citados na entrevista (Olímpio Rocha, Cássio Cunha Lima, Romero, Família Cunha Lima) somaram juntos 1,46%. Indecisos ou não sabem, 19,14%; brancos ou nulos, 7,58%; não opinaram, 18,05%.

SOBRE A PESQUISA

O Instituto OPINIÃO-Paraná entrevistou 500 eleitores com idade acima de 16 anos, entre os dias 9 e 10 de novembro, com residência em oito regiões, incluindo bairros e comunidades, de Campina Grande (veja relação abaixo). A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número: PB-01117/2020.

A margem de erro máxima é de 4,3% para mais ou para menos, com uma confiança de 95%, isto implica que, considerando a margem de erro, a chance de o resultado obtido retratar os dados reais da população é de 95%.

LEIA MAIS: Pesquisa WSCOM/OPINIÃO-Paraná: Artur Bolinha tem maior índice de rejeição em Campina Grande, com 30%; veja os números

LOCAIS DAS ENTREVISTAS

As entrevistas ocorreram nas seguintes localidades: Setor 1: Cruzeiro, Distrito Industrial, Estação Velha, Jardim Paulistano, Liberdade, Quarenta, Tambor e Velame; Setor 2: Castelo Branco, Catolé, Itararé, José Pinheiro, Mirante, Monte Castelo, Nova Brasília, Sandra Cavalcante, Santo Antônio e Vila Cabral; Setor 3: Centro, Prata, São José; Setor 4: Acácio Figueiredo, Cidades, Dinamérica, Jardim Quarenta, Malvinas, Presidente Médici, Santa Cruz, Santa Rosa, Três Irmãs; Setor 5: Bodocongó, Centenário, Novo Bodocongó, Pedregal, Ramadinha, Serrotão, Universitário; Setor 6: Araxá, Bela Vista, Cuités, Jeremias, Monte Santo e Palmeira; Setor 7: Alto Branco, Conceição, Jardim Continental, Jardim Tavares, Lauritzen, Louzeiro e Bairro das Nações; Setor 8: Zona Rural.

SOBRE O INSTITUTO

O Opinião Instituto de Pesquisa é uma empresa estabelecida em Curitiba-PR, com trabalho reconhecido nacionalmente. O grupo é especializada em pesquisas de opinião, tanto qualitativas quanto quantitativas, realizando pesquisas mercadológicas, eleitorais, de avaliação governamental, da qualidade do atendimento no serviço público, pesquisas sindicais, pesquisas de comunicação e mídia, pesquisas sociais e ambientais, entre outras.