O longa Babenco: Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou, dirigido por Bárbara Paz, vai representar o Brasil na disputa por uma vaga no Oscar 2021.

Babenco explora paralelos entre a carreira do diretor Hector Bebenco (1946-2016), argentino naturalizado brasileiro, indicado ao Oscar por O Beijo da Mulher Aranha” (1985), e as doenças enfrentadas por ele em seus últimos anos de vida. O cineasta morreu em 2016, aos 70 anos de idade e foi casado com Bárbara.

Facebook Comments