Emplacando sua segunda vitória seguida pelo Brasileirão, chegando ao seu terceiro jogo sem derrota, o Red Bull Bragantino não tomou conhecimento e aplicou uma goleada sobre o Bahia, na noite desta sexta-feira (20), no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Abrindo uma diferença de três gols já no primeiro tempo, com direito a dois tentos do camisa 10, Claudinho, o Massa Bruta fechou a conta em 4 a 0 com Helinho, já na etapa final, fazendo com que o time chegasse aos 27 pontos, pulando para a 10ª colocação, porém terá que aguardar o complemento da rodada para saber se irá manter-se no meio da tabela. Já a equipe comandada por Mano Menezes, com o resultado, acabou estacionando na 9ª posição com seus 29 pontos.
Red Bull Bragantino larga na frente com dois de Claudinho

Jogando em casa, a equipe do Red Bull Bragantino iniciou o confronto sem tomar conhecimento do Bahia. Com isso, logo aos 3 minutos, Claudinho, após tocar para Luan Cândido, deu a deixa para o lateral cruzar para a área, fazendo com que a defesa não conseguisse afastar, dando a sobra para o próprio camisa 10 marcar. 1 a 0.

E o artilheiro estava em dia inspirado. Momento mais tarde, aos 10 minutos, aproveitando outro rebote, porém agora em cobrança de falta de Luan defendido por Douglas, fez com que o meia mandasse para o fundo das redes 2 a 0.

Ytalo aproveita o embalo e faz mais um

Sem deixar os comandados de Mano conseguirem, ao menos, ficar um pouco com a posse de bola, o Massa Bruta manteve o ritmo acelerado para ampliar a vantagem. Após ser lançado na área, Raul ficou de frente para o camisa 1, porém resolveu tocar para seu companheiro de time, Ytalo, só ter o trabalho de empurrar para o gol. 3 a 0.

Massa bruta não dá descanso e aumenta a vantagem

Não diferente de como foi na etapa inicial, a equipe de Bragança Paulista não deu chances do adversário, ao menos, se tranquilizar nos vestiários. Com duas modificações por parte de Mano Menezes, tirando Fessin e Elias para dar lugar a Rossi e Edson, respectivamente, logo de cara já assistiram Helinho, aos 5 minutos, tratar de ampliar o marcador no Nabi Abi Chedid, com direito ao tento do atleta sendo revisado pelo VAR, porém validado pela arbitragem momento depois. 4 a 0.

Bahia não conseguia oferecer perigo ao goleiro Cleiton

Com o revés parcial, a equipe de Salvador mantinha ainda as esperanças em alta para tentar, ao menos, buscar seu gol de honra. Entretanto, foram poucos os lances ofensivos, com exceção o de Élber que, antes de ser substituído, arriscou um chute que acabou indo para fora.

Minutos finais com o Bragantino tranquilo em campo

Praticamente sem criatividade em campo, o Esquadrão viu o Bragantino, até os minutos finais, tomar conta do duelo. Sendo assim, o time local optou por segurar a posse de bola e manter o resultado até o apito final do árbitro.

FICHA TÉCNICA

RED BULL BRAGANTINO 4×0 BAHIA

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)

Data e hora: 20/11/2020 – 20h (horário de Brasília)

Árbitro: Anderson Daronco (FIFA-RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (FIFA-RS) e Michael Stanislau (CBF-RS)

VAR: Daniel Nobre Bins (CBF-RS)

Cartões amarelos: Artur e Helinho (RBB) / Lucas Fonseca, Anderson Martins e Gilberto (BAH)

Cartões vermelhos: –

Gols: Claudinho (aos 3′ e 10’/1ºT), Ytalo (aos 20’/1ºT) e Helinho (aos 5’/2ºT) (RBB)

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan (Weverton, aos 35’/2ºT), Fabrício Bruno, Ligger (Haydar, aos 43’/2ºT) e Luan Cândido; Raul, Lucas Evangelista (Matheus Jesus, aos 35’/2ºT) e Claudinho; Artur, Helinho (Ramires, aos 23’/2ºT) e Ytalo (Hurtado, aos 23’/2ºT). Técnico: Maurício Barbieri.

BAHIA: Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Elias (Edson, no intervalo) e Rodriguinho (Zeca, aos 14’/2ºT); Fessin (Rossi, no intervalo), Élber (Marco Antônio, aos 30’/2ºT) e Gilberto. Técnico: Mano Menezes.

Terra

Facebook Comments