Os preços do petróleo fecharam em alta desde o primeiro dia de novembro. Com a alta, a Petrobrás anunciou pela segunda vez em menos de um mês um reajuste para a gasolina e diesel: a gasolina sofreu aumento de 4% e o diesel 5%. Os preços foram reajustados e o consumidor sente o peso no bolso na hora de abastecer nos postos de combustíveis em João Pessoa. O litro da gasolina nos últimos dias passou de R$ 4,10 para R$ 4,30 na Capital.

O portal ClickPB procurou o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado da Paraíba (SINDIPETRO-PB) para saber as expectativas em torno das próximas semanas, se haverá redução ou mais aumento. Mas até o momento nenhuma estimativa foi anunciada.

 As estatísticas mostram que a commodity subiu 26% no mercado mundial em meio às notícias da vacina para a covid-19, que têm sido impulsionados também pelas expectativas de uma transição de governo mais tranquila nos Estados Unidos.

Já o biocombustível renovável, o etanol se manteve estável em meio a instabilidade do petróleo. Segundo o último levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (CEPEA), o preço  do litro do etanol hidratado vendido pelas usinas da Paraíba é de R$ 1,9827. A tabela abaixo revela como o preço do biocombustível se manteve estável nas últimas semanas:

Facebook Comments