O governo do Japão informou neste domingo (10) que detectou uma variante do coronavírus Sars-CoV-2 em quatro viajantes que estiveram no Brasil e retornaram ao país no início de janeiro.

Ainda não há informações se a variante é mais contagiosa, mas apenas diferente do vírus que circula no país. Recentemente, a Argentina havia informado que tinha detectado a “variante carioca” em circulação no país. Ela foi identificada como B.1.1.28.

As mutações mais recentes do coronavírus Sars-CoV-2 são as detectadas no Reino Unido e na África do Sul, que apresentam um poder maior de disseminação, mas sem aumentar a letalidade. Estima-se que o novo coronavírus já tenha sofrido mais de quatro mil mutações desde o início do ano passado.

Terra