Libertadores: Boca não tem casos da Covid-19 e elenco viaja ao Brasil para encarar Santos

Por conta dos casos de positivo para Covid-19 em John e Wagner Leonardo, ambos do Santos, o Boca Juniors viveu uma semana de tensão com a possibilidade de ter contaminados por conta do contato com atletas brasileiros em campo. Só que o alívio chegou nesta segunda-feira (11).

No último exame feito pela Conmebol antes da semifinal contra o Santos, nesta quarta-feira (13), às 19h15, nenhum atleta xeneize testou positivo.

Com isso, Miguel Ángel Russo terá todo o elenco à disposição para o confronto de volta da semifinal.

No Santos, o mesmo procedimento aconteceu, com resultado semelhante. Os infectados John e Wagner Leonardo também fizeram novos exames, mas o resultado foi o mesmo após a partida contra o Boca: positivo para COVID-19. De resto, nenhum membro com a doença.

Em campo, os times empataram em 0 a 0 na Argentina. Agora, em solo brasileiro, quem vencer fica com a vaga na decisão. Um novo 0 a 0 leva a disputa para as penalidades. Empate com gols garante o Boca na final.

Do outro lado da chave, Palmeiras e River Plate se enfrentam nesta terça, às 21h30. O time alviverde venceu por 3 a 0 no primeiro jogo, fora de casa, e trouxe uma boa vantagem para o Brasil.

ESPN

Facebook Comments