Dois pacientes de Manaus, Amazonas, tiveram alta médica do Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW-UFPB), em João Pessoa, nesta sexta-feira (29). Segundo informações obtidas pelo ClickPB, dos 17 que vieram, há ainda dois na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). De acordo com o gerente de Atenção à Saúde do Lauro Wanderley, o médico José Eymard Filho, esses pacientes precisam de intubação, de suporte ventilatório invasivo, mas seguem bem e estáveis.

Com as novas altas desta sexta-feira, restam três pacientes oriundos do Amazonas no HULW: um permanece na enfermaria e dois continuam na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Em todo o Brasil, chega a 45 o número de pacientes amazonenses curados da covid-19 após serem transferidos para nove hospitais universitários vinculados à Ebserh. Resultado direto da força-tarefa organizada pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh/MEC),

Arnaldo Pereira Marques deixou o HULW por volta das 14 horas. “Vim de Manaus para a Paraíba para me tratar aqui, porque lá está um estado de calamidade e muita gente passando mal. Eu aceitei fazer essa viagem e, graças a Deus, estou saindo bem, liberto dessa covid”, disse. Ele também fez questão de agradecer a todos do hospital. “Vocês foram uns anjos nas nossas vidas”.

Quem também teve alta do Lauro Wanderley após ser curada da covid-19 foi a manauara Rosineide Soriana Rodrigues. “Nesse hospital fomos tratados como irmãos”, afirmou ao comentar sobre a assistência recebida no HULW. “Nós fomos muito bem acolhidos nessa cidade. Não tem como agradecer somente a Deus, mas também aos médicos, aos enfermeiros, a todos. Que a paz do Senhor esteja com vocês”.