O homem preso é suspeito de ter assassinado um morador conhecido por “João Bala”, do sítio Quixeló, zona rural de Ingá

Uma informação extremamente precisa ajudou a Polícia Civil a prender mais um suspeito de cometer um homicídio na Paraíba. A prisão foi realizada nessa sexta-feira, 5 de fevereiro, por policiais civis da cidade de Ingá.

O homem preso é suspeito de ter assassinado um morador conhecido por “João Bala”, do sítio Quixeló, zona rural daquele município. O crime aconteceu no dia 10 de dezembro de 2020.

“A delegacia local recebeu uma informação via 197, o disque-denúncia da Polícia Civil, relatando o local onde o suspeito estava escondido. As equipes foram até a casa indicada e prenderam o homem”, disse a delegada Maria do Socorro.

O homem preso já foi encaminhado a uma unidade prisional, onde ficará à disposição da justiça.

Sigilo absoluto

A importância do disque-denúncia também foi reforçada pelo delegado seccional Adeilton Castro, que coordena as delegacias da região. Segundo ele, trata-se de uma ferramenta de grande eficácia no combate à violência na Paraíba.

“É um mecanismo seguro e que tem colaborado muito com o trabalho policial. Nós até poderíamos prender essa pessoa amanhã ou no próximo mês, mas essa prisão foi antecipada graças ao apoio da população. Essa pessoa que ligou jamais terá sua identificação revelada, pois ela não precisa se identificar ao 197”, enfatizou o delegado.