É impossível organizar os Jogos Olímpicos de Tóquio, previstos para começar em 23 julho, com total segurança em um momento em que a pandemia de Covid-19 continua a afetar o país, afirmou um sindicato de médicos do Japão em uma mensagem ao governo.

Nos últimos dias, vários governadores de províncias japonesas indicaram que não reservarão leitos hospitalares para atletas enfermos.

Os projetos de algumas delegações de treinar no Japão antes do início dos Jogos foram cancelados.

A 10 semanas da abertura dos Jogos Olímpicos, grande parte da opinião pública japonesa permanece contrária ao evento. Pesquisas mostram que a maioria dos japoneses deseja um adiamento ou o cancelamento.

O comitê organizador insiste que tem capacidade de garantir Jogos Olímpicos seguros graças às medidas adotadas.

G1