O corpo do ex-deputado Jorge Picciani, ex-presidente da Assembleia Legislativa do Rio, foi enterrado no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste, neste sábado (15) em cerimônia restrita a familiares.

O velório ocorreu às 8h no prédio da Alerj, no Centro do Rio. A solenidade contou com a presença de parentes e também do prefeito Eduardo Paes (DEM) e do governador Cláudio Castro (PSC).

Picciani morreu na madrugada de sexta-feira (14), aos 66 anos.

Ele estava internado desde o dia 8 de abril no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde fazia um tratamento de câncer na bexiga.

Picciani foi presidente da Assembleia Legislativa do RJ (Alerj) por vários mandatos.

Foi aliado do ex-governador Sérgio Cabral e chegou a ser investigado pela Lava Jato, por corrupção. Em 2019, foi condenado pelo Tribunal Regional Federal da 2ª região