O auxílio emergencial será prorrogado

O auxílio emergencial será prorrogado, segundo fontes do Ministério da Economia. Uma reivindicação que atenua as dificuldades de boa parte da população e pode acelerar a economia.

Nesta terça-feira (8) o ministro Paulo Guedes adiantou que a prorrogação será de  “possivelmente” por dois ou três meses, mas já está certo que ela acontecerá. Os valores serão mantidos: entre R$ 150,00 e  R$ 375,00 para mães de família. O benefício médio é de R$  200,00. Se a prorrogação for por dois meses, vai custar ao governo em torno de 18 bilhões. Cerca de 45 milhões de pessoas recebem atualmente o benefício. Na previsão inicial o benefício seria pago até julho.

 

R7