Pequenos negócios da Paraíba geram mais de 1,2 mil novos postos de trabalho em abril

Os pequenos negócios apresentaram saldo positivo de 1.220 postos de trabalho no mês de abril. É o que indica levantamento realizado pelo Sebrae Paraíba, a partir de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia.

Na contramão desse desempenho, as médias e grandes empresas encerraram o mês de abril com saldo negativo de 538 vagas de emprego. Já as contratações realizadas por pessoas físicas apresentaram saldo positivo de sete vagas, enquanto a administração pública chegou ao final de abril com saldo positivo de apenas uma vaga.

Considerando os números referentes ao mês de abril segmentados por atividade econômica, o levantamento realizado pelo Sebrae Paraíba revela que foi o setor de serviços o principal responsável pela geração de novos empregos no universo das micro e pequenas empresas, com saldo positivo de 518 vagas.

Em seguida, aparecem o setor da construção civil, que gerou 388 vagas, o comércio, com 288, a indústria extrativa mineral, com saldo positivo de 14 vagas, a indústria de transformação, que gerou 11 vagas, e os serviços industriais de utilidade pública, cujo saldo foi de quatro vagas. Por sua vez, a atividade agropecuária apresentou, no universo dos pequenos negócios, saldo negativo de três vagas.

Para a gerente da Unidade de Gestão Estratégica e Monitoramento do Sebrae Paraíba, Ivani Costa, os dados do Caged demonstram que os pequenos negócios, especialmente os do comércio e do setor de serviços, continuam reagindo positivamente ao cenário econômico. “Esses setores continuam reagindo positivamente a pandemia, à medida que a aceleração do ritmo de vacinação vai acontecendo”, pontuou.

Municípios

De acordo com os dados divulgados pelo Caged, foi a cidade de Campina Grande a principal responsável pela geração de novos empregos no estado durante o mês de abril, no universo dos pequenos negócios. Durante esse período, as micro e pequenas empresas da cidade geraram 340 postos de trabalho. Já a capital, João Pessoa, apresentou saldo de 226 vagas, seguida por Cabedelo (81), Patos (72) e Conde (59).

Saldo acumulado

Considerando os dados do Caged gerados entre os meses de janeiro e abril deste ano, o levantamento do Sebrae reforça o protagonismo dos pequenos negócios da Paraíba na geração de empregos. Segundo os números, as micro e pequenas empresas acumulam saldo positivo de 8.638 vagas, enquanto as contratações realizadas por pessoas físicas apresentam saldo de 34 vagas. Já as médias e grandes empresas contabilizam saldo negativo de 7.340 postos de trabalho, enquanto a administração pública encerrou o primeiro quadrimestre do ano com saldo negativo de 17 vagas.