A Polícia Civil da Paraíba divulgou, na manhã desta quinta-feira (29), imagens da residência que servia de esconderijo na cidade de Queimadas, no Agreste do Estado, para abrigar um suspeito, apontado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, como sendo um dos chefes de uma milícia no estado fluminense.

Segundo o delegado de Repressão ao Crime Organizado (Draco), Diego Beltrão, Almir Rogério construiu uma ‘fortaleza’ no município, inclusive com esconderijo subterrâneo.

“A informação é que ele construiu uma residência, uma verdadeira fortaleza, inclusive preparada para intervir se a Polícia fosse ao local, com esconderijo subterrâneo. Ele tentou fugir, mesmo assim, em ação rápida, prendemos em flagrante e ele agora está à disposição da Justiça”, disse Diego.

Veja vídeo: