A Justiça do Rio de Janeiro suspendeu uma decisão de primeira instância que determinava uma intervenção na CBF. O desembargador Luiz Umpierra, da 17ª Câmara Cícel do Tribunal de Justiça concedeu um efeito suspensivo à CBF logo após os interventores Rodolfo Landim e Reinaldo Carneiro terem assumido oficialmente como interventores.

No dia 26 de julho, o juiz Olinto Filho anulou a Assembleia Geral que aconteceu em março de 2017, e mudou regras eleitorais, e também a eleição que aconteceu em 2018. Ele aceitou o argumento do Ministério Público que sustentou a tese de que as mudanças no estatuto violaram a Lei Pelé.