Stephanie (primogênita), David e Raquel (filhos da irmã do ex-ministro) levaram, juntos, R$ 10 mil do benefício criado para vulneráveis.

Raquel Pazuello chegou a receber R$ 3,3 mil do governo, mesmo morando na Califórnia, nos Estados Unidos.

David Pazuello Franco de Sá, de 25 anos, filho mais novo de Cynthia, teria recebido R$ 4,2 mil do auxílio no ano passado, dividido em nove parcelas, de abril a dezembro de 2020.

David Pazuello Franco de Sá, por exemplo, é técnico em informática e tem uma vida confortável com a mãe, em Manaus. Eles moram no condomínio Monte Líbano, na badalada rua Efigênio Salles, área nobre da capital amazonense.

Ao todo, foram R$ 7,5 mil depositado para a dupla, R$ 4,2 mil para ele, em nove parcelas, e R$ 3,3 mil para Cynthia, mesmo morando na Califórnia, nos EUA.

Além da filha, pelo menos dois parentes diretos do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, atual secretário especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, receberam o auxílio emergencial, recurso liberado pelo governo federal para atender a famílias vulneráveis durante a pandemia da Covid-19 no Brasil. Os dados são do Portal da Transparência, mantido pela Controladoria-Geral da União (CGU).

Uma de suas irmãs, Raquel Pazuello Silva, também teria recebido o benefício, de acordo com o Portal da Transparência, mesmo morando na Califórnia, nos EUA. Ela teria sacado R$ 3,3 mil do programa, em sete saques, entre julho e dezembro de 2020, em parcelas que variavam entre R$ 300 e R$ 600.

Segundo o Portal da Transparência, apenas o valor do benefício referente ao mês de maio de 2020, de R$ 600, foi devolvido aos cofres públicos.