Sindicato dos Agentes de Trânsito aplicará multas a mototaxistas

Depois de protesto feito na última segunda-feira (13), os mototaxistas receberam do prefeito Marcus Diôgo a garantia de que não haverá aplicação de multa a mototaxistas que forem flagrados transportando passageiros sem o capacete. Foi uma vitória parcial da categoria, já que a Sttrans havia divulgado que a partir de hoje (15) passaria a exigir que passageiros usassem o capacete, como determina o Código de Trânsito Brasileiro.

Por causa da pandemia da Covid-19, o órgão municipal de trânsito passou a fazer “vista grossa” e a não multar mototaxista que transportava passageiros sem capacete. A razão era para evitar a contaminação com o vírus. Agora com o avanço da vacinação e a redução dos casos a Sttrans resolveu voltar ao que era antes da pandemia.

Houve reação dos mototaxistas, que alegam que passageiros se negam a usar o capacete por causa da Covid e dizem que a pandemia ainda não acabou. Na semana passada a Secretaria de saúde confirmou que duas pessoas já foram contaminadas com a variante Delta, o que preocupa as autoridades sanitárias.

Dezenas de motataxistas fizeram barulho e teve buzinaço em protesto contra a medida. O prefeito recebeu uma comissão da categoria e deu mais 45 dias para que os usuários do serviço sejam informados.

Nesta quarta-feira (15), integrantes do Sindicato dos Agentes de Trânsito na Paraíba concederam uma entrevista à Rádio Cultura FM e disseram que o prefeito não tem autoridade para impedir aplicação de multa e que os agentes não podem deixar de aplicar as multas por infração às regras de trânsito, sob pena de serem presos por prevaricação.

A entrevista foi polêmica e muitos mototaxistas e usuários do serviço fizeram questionamentos, o que não mudou no entendimento do Sindicato, que disse que dará suporte aos agentes no cumprimento de suas funções.

Os integrantes do sindicato se colocaram á disposição do gestor para buscar uma saída negociada, sugerindo até que a prefeitura forneça tocas descartáveis para evitar que o capacete seja um possível condutor do vírus. Marcus, que não estava na cidade, disse em mensagem de texto para o radialista Rodrigo Sousa que estaria à disposição para dialogar.

Portal 25 horas