ONU consulta Brasil sobre receber haitianos acampados na fronteira entre EUA e México, diz agência

A OIM (braço das Nações Unidas para migração) pediu ao governo Bolsonaro que receba haitianos que têm filhos brasileiros ou que passaram pelo Brasil antes de entrarem no México.

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) consultou formalmente o Brasil para saber se o país pode receber alguns dos haitianos que estão acampados na fronteira entre os Estados Unidos e o México, segundo a agência de notícias Reuters.

Sem mencionar o pedido da OIM — braço da ONU para migração —, o Itamaraty afirmou em nota que “o tema foi tratado em conversas entre autoridades de diversos países e está sendo analisado à luz da legislação vigente”.

O pedido da OIM ocorre no momento em que o presidente dos EUA, Joe Biden, enfrenta uma pressão crescente para resolver mais uma crise migratória, com milhares de haitianos tentando entrar ilegalmente no país.

Crise migratória

Eles estão reunidos embaixo de uma ponte no Texas, ao norte do Rio Grande e perto da fronteira com o México, mas o governo americano começou a deportá-los de volta ao Haiti.

G1