O chefe do médico da UTI, Everton Padilha Gomes, examina uma radiografia de tórax de um paciente em um hospital de campo criado para tratar pacientes que sofrem da doença por coronavírus (COVID-19) em Guarulhos, São Paulo

A Paraíba não registrou óbito por Covid-19 pela primeira vez desde março de 2020, quando foi contabilizada a primeira morte em decorrência da doença no Estado.

O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira (18) pelo secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros.

“A vitória da ciência se aproximando”, celebrou.

O último boletim divulgado pelo Estado mostra que a Paraíba já totaliza 9.371 mortes e 443.885 casos confirmados da doença.

Ontem, a a ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico), em todo estado era de 21%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chegou a 23%.

Em Campina Grande, estavam ocupados 19% dos leitos de UTI adulto e no sertão 30% dos leitos de UTI para adultos.

Até esse domingo, foi registrada no sistema de informação SI-PNI, a aplicação de 4.682.311 doses. Até o momento, 2.939.980 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 1.684.230 completaram os esquemas vacinais, onde 1.616.649 tomaram as duas doses e 67.581 utilizaram imunizante de dose única.

Sobre as doses adicionais, foram aplicadas 3.323 em pessoas com alto grau de imunossupressão e 54.778 doses de reforço na população com idade a partir de 60 anos. A Paraíba já distribuiu um total de 5.459.115 doses de vacina aos municípios.