Igreja Universal acusa pastor de roubar R$ 30 milhões e fugir

Um pastor é acusado pela direção da Universal do Reino de Deus (Iurd) de ter desviado cerca R$ 30 milhões da igreja. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil do Distrito Federal. As informações são do portal Metrópoles.

Conforme a denúncia, o pastor é arquiteto e um dos responsáveis pela construção da nova sede da Universal, em Taguatinga (DF).

Ainda de acordo com as acusações, o pastor teria direcionado contratos para uma construtora localizada em Portugal e estaria lavando dinheiro em solo estrangeiro.

Após ser questionado sobre as supostas irregularidades, o arquiteto teria fugido e até o momento não foi localizado.

Segundo a Universal, o mesmo homem também participou do projeto de construção do Templo de Salomão, no bairro do Brás, em São Paulo (SP).