Marcelo Ramos diz que equipe econômica fará o país entrar em recessão

O vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PL-AM), disse nesta 6ª feira (22.out.2021) que a equipe econômica “já perdeu o controle do câmbio, da inflação e do juros”. O deputado criticou o que ele chamou de “malabarismo” para driblar o teto de gastos.

Ramos afirmou que seguindo nesse ritmo, “essa turma” vai levar o Brasil a uma recessão econômica, que é quando a economia do país cai por 2 trimestres seguidos, com retração do PIB (Produto Interno Bruto).

Ele completou o comentário no Twitter dizendo que os equívocos da Economia levam a uma “quebra da confiança no país”, além de criar “insegurança jurídica e econômica”.

Teto de gastos e “debandada”

O secretário do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, e mais 3 auxiliares do ministro Paulo Guedes pediram demissão nessa 5ª feira (21.out.2021). Funchal e Jeferson Bittencourt, ex-secretário do Tesouro Nacional. vinham defendendo a manutenção do teto de gastos, pois entendem que esta é a principal âncora fiscal do país.

A saída de membros da equipe econômica sucedeu a decisão da Câmara dos Deputados, com o apoio do governo de Jair Bolsonaro (sem partido), de criar uma manobra para mudar a regra fiscal. O relator da PEC dos Precatórios, deputado Hugo Motta (Republicanos-PB), incluiu em seu parecer mudança no teto para abrir um espaço de R$ 83 bilhões no Orçamento do ano que vem, quando serão realizadas as eleições.

PODER 360