Ruy Carneiro também espera por definição de Romero sobre sucessão estadual

O imbróglio no PSDB segue na Paraíba. A exemplo de Pedro Cunha Lima, o deputado federal Ruy Carneiro (PSDB), também espera por uma definição do ex-prefeito de Campina Grande, sobre a sucessão estadual. As especulações sobre uma aproximação política de Romero com João, aumentaram após o governador embarcar nesta terça-feira (26), para Brasília, onde Romero Rodrigues também cumpre agenda.

Ruy afirmou que apesar das especulações, dando conta da aproximação de Romero com o governador João Azevedo acredita na candidatura do ex-prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues (PSD). ao governo do Estado.

Ruy, que já foi presidente estadual do PSDB,  disse que Romero é um nome que representa os ideais da oposição, e tratou como especulações, os boatos dando conta que Romero estaria prestes a aderir ao projeto de reeleição do governador João Azevedo
Ele confirmou que tucanos pretendem realizar uma reunirão com Romero para saber se é verdade o boato de aliança com o governador João Azevêdo.

“Será uma conversa exatamente para dirimir dúvidas desses boatos, se são reais, que estão estão acontecendo de lado a lado. eu acredito na possibilidade de Romero governador, é um grande quadro, fez um grande trabalho no compartimento da Borborema, mas nós temos que ouvir o seu coração, a sua vontade, ninguém é candidato a nada se não quiser, se não tiver no seu íntimo. Então nós vamos esperar, e temos outras opções, o próprio Pedro é uma opção, podemos ter migração da situação para oposição, podemos ter outras opções. Lhe garanto duas coisas: estarei na oposição, e a oposição terá candidato”, declarou.

Para Ruy algumas dúvidas têm que ser dirimidas sobre os boatos que estão acontecendo, e incendiando a fogueira política da Paraíba

“Eu acredito na possibilidade de Romero governar. É um importante quadro, fez um grande trabalho no compartimento da Borborema, mas nós temos que ouví-lo, ouvir o seu coração, a sua vontade. Ninguém é candidato a nada se não quiser, se não tiver no seu íntimo”, disse. (Severino Lopes)

Eva – Não são apenas os tucanos que estão preocupados com o futuro político do ex-prefeito Romero Rodrigues. No último final de semana, a vereadora  Eva Gouveia (PSD-CG), afirmou que o PSD nacional quer ter o ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, como protagonista nas eleições de 2022. Eva defende a candidatura de Romero ao governo do Estado, mas disse que o ex-prefeito tem autonomia para decidir o seu futuro político

“PSD nacional quer ter Romero – “que é o nosso maior quadro” – como “figura protagonista nas eleições de 2022” disse.

A vereadora  Eva Gouveia teve  uma conversa pessoal com  o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, para debater o futuro do partido na Paraíba.

Após a conversa com Kassab, Eva reafirmou que Romero tem liberdade no processo para a condução das “construções de 2022”.
“Autonomia para celebrar alianças. O PSD tem prioridades: participar da chapa majoritária e eleger um número importante de parlamentares federais”, certificou a vereadora.

Em meio às especulações, o deputado federal e presidente estadual do PSDB,  Pedro Cunha Lima ratificou total apoio dos tucanos à pré-candidatura do ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues ao Governo do Estado.
Segundo Pedro Cunha Lima,  o ex-prefeito de Campina Grande representa os ideais do partido e é o melhor nome das oposições para concorrer ao governo.
O deputado garantiu que independente da decisão de Romero, de disputar ou não o Palácio da Redenção, o PSDB se mantém na oposição ao Governo do Estado até as eleições de 2022.

“Não existe sequer um ambiente para se cogitar, se ventilar uma mudança de rumo dessa magnitude, a gente continua entendendo que a Paraíba merece mais e a gente continua entendendo que o papel que temos que cumprir é no campo das oposições”, declarou.

Ele também descartou a possibilidade de voltar atrás e tentar emplacar uma candidatura ao governo do Estado, como uma das opções das oposições. Pedro garantiu que o bloco oposicionista segue coeso, e chegará forte e unido em 2022, não havendo qualquer possibilidade de racha, ou duas candidaturas.

“O movimento do PSDB de recuar da sua candidatura para manifestar apoio a Romero foi justamente com a intenção de mostrar nossa unidade e de fortalecer o nome de Romero e a gente continua com essa intenção, de fortalecê-lo.  Tudo além disso é especulação, cenário hipotético. Eu lá atrás sim manifestei a minha disposição de apresentar um modelo de gestão que nós acreditamos, mas esse modelo está hoje apresentado no nome de Romero que continua sendo o nosso candidato”, enfatizou.

Pedro  também confirmou que o PSDB da Paraíba deve realizar esta semana, uma conversa com o ex-prefeito de Campina Grande, para ratificar a sua candidatura nas eleições do próximo ano.

Pedro Cunha Lima, adiantou que a conversa com o ex-prefeito é para dar sequência ao processo da disputa pelas forças de oposição do Estado. Ele disse que vai escutá-lo para saber até que ponto o que existe é especulação ou até que ponto ele mudou na sua maneira de se posicionar politicamente no Estado. A ideia é dissipar os boatos de que ele estaria se aliando ao governador João Azevêdo.

“O PSDB sente-se representado no nome de Romero Rodrigues pelo que ele apresenta e nos sentimos conectados com o nome dele. Nós continuamos defendendo o nome de Romero para ser o nosso governador. Uma coisa é certa: nós estamos no campo das oposições. É preciso manter uma linha para que a gente possa representar aquilo que a gente acredita”, avaliou.

SL
PB Agora