Um detento foi encontrado morto na Penitenciária Segurança Máxima de Campina Grande, neste sábado (30). O homem foi identificado como Pedro Adriano da Silva, de 37 anos. Ele teria sido espancado até a morte por outro preso.

Desde 16 de setembro, o apenado estava recolhido no presídio, suspeito de abuso sexual contra uma criança de 11 anos, em Lagoa Seca.

Edson Valdevino, suspeito de matar Pedro Adriano, havia sido preso no município de Remígio. Eles teriam uma ‘rixa’ antiga desde o Rio Grande do Norte, quando Pedro teria tentado abusar de uma outra criança e foi impedido justamente por Edson.

 

 

Da Redação / com Lucas Isídio