Além de Janot, outros dois colegas de Ministério Público que atuaram na Lava Jato — os procuradores Diogo Castor e Carlos Fernando Santos Neto — também podem seguir para a política

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot disse a interlocutores que avalia seguir a onda de seus antigos colegas da Operação Lava Jato e também entrar para a política. Ele afirmou ainda que partidos o sondaram, embora não tenha tomado nenhuma decisão ainda.

Na semana passada, o ex-juiz federal Sergio Moro, símbolo da Lava Jato, anunciou sua filiação ao Podemos, e o ex-coordenador da Lava Jato no Paraná, Deltan Dallagnol, anunciou sua renúncia ao Ministério Público.

Além de Janot, outros dois colegas de Ministério Público que atuaram na Lava Jato — os procuradores Diogo Castor e Carlos Fernando Santos Neto — também podem seguir para a política.

CNN