O ex-governador Ricardo Coutinho, o filho Ricardo Cerqueira Leite Vieira Coutinho, conhecido por ‘Rico Coutinho’, e os irmãos Coriolano Coutinho e Raquel Vieira Coutinho se tornaram réus, nessa terça-feira (9), em mais uma ação penal no âmbito da Operação Calvário.

Eles foram acusados pelo Gaeco/MPPB de recebimento de propina de uma empresa fornecedora de ração e sementes para compra de uma casa em condomínio de luxo onde reside atualmente o ex-governador. Foi a 23ª denúncia do Gaeco no âmbito da Operação Calvário.

Viraram réus, também, no caso em questão, os empresários Ivanilson Araújo, Anelvina Sales Neta e Denise Krummenauer Pahim, totalizando sete pessoas.

A denúncia foi aceita pelo juiz Marcial Henrique Ferraz da Cruz, da 2ª Vara Criminal da Capital.

 

PB Agora