Os dois, oficialmente, continuam aliados. Mas a relação está, há muito tempo, desgastada. Há meses, por exemplo, não participam das mesmas agendas e eventos públicos. Nos bastidores, aliados do senador Veneziano Vital (MDB) e do governador João Azevêdo (Cidadania) questionam-se sobre quem iniciou e/ou estaria provocando o distanciamento.

Aqueles que são próximos ao emedebista se queixam da falta de convites – para o senador – em solenidades do Governo. Falam em falta de ‘prestígio’ e ‘atenção’ com o grupo.

Já pessoas próximas ao governador dizem que, de forma proposital ou não, o senador “sempre encontra um compromisso para tornar as agendas incompatíveis”. E citam ainda a falta de defesa do Governo em Campina.

O distanciamento pode ser observado, também, nas redes sociais. A última fotografia dos dois juntos, no perfil de Veneziano, é de fevereiro deste ano.

Já a última publicação no perfil do governador, ao lado de Veneziano, é ainda mais antiga: novembro de 2020, na época da campanha eleitoral em Campina Grande.

O fato é que o desgaste tem corroído a antiga aliança entre os dois agrupamentos.

Em meio aos questionamentos de aliados de um lado e outro, há quem diga que ambos (Azevêdo e Veneziano) decidiram manter as ‘mãos afastadas’. Até que as articulações para 2022 imponham uma continuidade ou a dissolução da união.

Jornal da Paraiba