A oposição na Paraíba deve chegar ao pleito de 2022 dividida e, se houver uma aliança, ela acontecerá apenas em um eventual segundo turno. Um dos que levanta essa tese é o deputado federal Ruy Carneiro, do PSDB, que concedeu entrevista nesta quinta-feira (02), ao Sistema Arapuan.

 

Para o tucano, a oposição deve ter a candidatura de Pedro (PSDB), outra mais ligada ao bolsonarismo, e uma terceira encabeçada por Veneziano.

Ainda segundo Ruy, nada impede que esses três grupos que disputarão contra o atual governo se unam no segundo turno do pleito em torno do candidato mais votado.

“Eu acho bem provável que tenhamos na oposição mais de uma candidatura. Podemos ter a candidatura de Veneziano, a depender dessa relação dele com o governador, uma candidatura no campo da terceira via [Pedro] e uma outra mais no campo do bolsonarismo mais firme. Três candidaturas e a tendência é a oposição se unir no segundo turno. Esse é o meu sentimento e não vejo isso com maus olhos”, afirmou o deputado.

A expectativa é de que o PSDB bata o martelo em torno do nome de Pedro Cunha Lima (PSDB) no próximo dia 15 de dezembro, já que o ex-prefeito Romero Rodrigues, a quem o grupo tucano havia declarado apoio, recuou da postulação.