Nesta semana, o jovem Jhonny Italo da Silva, de 18 anos, foi filmado enquanto era algemado a moto de um policial militar e corria para alcançar a velocidade do veículo.

Respondendo em liberdade a um processo por tráfico de drogas, Jhonny foi detido enquanto transportava maconha. Preso em um centro de detenção provisória, ele escreveu para o Fantástico, da TV Globo, e falou sobre a cena. “Me senti humilhado, tive medo de morrer. Cometi um erro, mas não merecia ser humilhado”, disse.

O Fantástico também conversou com uma irmã e o advogado de Italo. Para a mulher, o irmão estava errado, mas não merecia ser tratado como foi. “Não era certo o que ele estava fazendo, mas também não foi certo o que o policial fez com ele. Ali ele estava em um momento precisando de ajuda, e não de ser julgado”, afirmou.

As cenas de Jhonny correndo atrás da moto enquanto estava algemado viralizaram nas redes sociais, e a polícia foi alvo de críticas por possível racismo.

Isto É