O governador João Azevêdo lamenta a morte do ex-deputado Simão Almeida Neto, que era presidente da Junta Comercial da Paraíba, ocorrida nesta quarta-feira (29). Natural da cidade de Cabaceiras, era formado em engenharia elétrica e foi eleito deputado estadual em 1990 pelo PCdoB, partido que sempre militou na sua trajetória política.

João Azevêdo destaca a trajetória política de Simão Almeida, lembrando que, desde jovem, se mostrou um grande defensor da liberdade e legalidade democrática, tendo participado ativamente de movimentos estudantis e sociais. Essa posição motivou sua prisão e perseguição durante a ditadura militar, levando-o a viver na clandestinidade até a promulgação da anistia.

Como presidente da Jucep, Simão se mostrou um administrador comprometido com um trabalho voltado a prestar um atendimento eficiente ao paraibano, especialmente os empresários. Sua gestão foi marcada pela modernização dos serviços oferecidos ao público da Junta Comercial, com destaque para o ‘Jucep Digital’, lançado recentemente, que facilitou a tramitação dos processos de abertura, alteração e extinção de empresas pela internet, garantindo maior acessibilidade aos serviços prestados pelo órgão.

Nesse momento de dor, o governador João Azevêdo se solidariza com os familiares e amigos, ao tempo em que expressa gratidão por todos os seus serviços prestados como auxiliar de governo, contribuindo para o desenvolvimento da Paraíba.

Click PB