O São Paulo venceu o Mirassol por 3 a 0, com gol de pênalti de Reinaldo, um tento de Rigoni, que não marcava desde outubro, e outro de Toró, garantindo assim a primeira colocação do Grupo B do Campeonato Paulista, com 20 pontos conquistados. Agora, o clube vira a chave para a Copa do Brasil, onde encara o Manaus, na quarta-feira, no Morumbi, às 21h30.

JOGO INICIA TRUNCADO E SÃO PAULO PERDE BOA CHANCE
A partida começou com os times se estudando em Mirassol. O São Paulo tentava trocar passes no meio-campo, mas tinha dificuldades pela forte marcação a equipe da casa, que fechava os espaços dos ataques são-paulinos.

A primeira chance foi aos 12 minutos. Igor Gomes cobrou escanteio pela direita. A bola cruzou a área e caiu no pé de Andrés Colorado, que bateu de primeira, forte, por cima do gol.

SÃO PAULO ABRE O PLACAR COM REINALDO, DE PÊNALTI
Sob o forte calor no interior paulista, o São Paulo pressionava o Mirassol, que não conseguia assustar a meta de Jandrei. Com 17 minutos, Reinaldo cruzou e a bola bateu no braço de Rodrigo Ferreira. Pênalti que o árbitro marcou no campo, sem auxílio do VAR.

Na cobrança, aos 20, Reinaldo encheu o pé e bateu no canto esquerdo do goleiro Darley, fazendo o primeiro do Tricolor.

DARLEY SALVA O MIRASSOL DE LEVAR O SEGUNDO GOL
Conforme o jogo acontecia, o São Paulo ainda tomava conta da partida e quase fez o segundo gol. Com 30 minutos, Reinaldo deu belo passe para Luciano, que deixou Juan na cara do gol. Dentro da área, o jovem atacante encheu o pé, para linda defesa do goleiro do Mirassol.

Antes do intervalo, os dois times preservaram a parte física e não houve mais lances de perigo.

Fim de primeiro tempo em Mirassol.

2º TEMPO COMEÇA COM MIRASSOL NO ATAQUE
Atrás do placar, o Mirassol iniciou a segunda etapa em cima do São Paulo. Conseguindo boas trocas de passes, os donos da casa assustaram pela primeira vez aos cinco minutos. Pará fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro. Fabrício conseguiu finalizar, mas a bola foi por cima do gol de Jandrei.

SÃO PAULO REAGE E CRIA CHANCES PARA AMPLIAR
Após o bom começo do Mirassol, o São Paulo voltou a ter o controle da partida. Aos 20, Marquinhos arriscou de longe, com a bola cheia de curvas, mas Darley voou para espalmar e jogar para escanteio. Dois minutos depois, Reinaldo cobrou o escanteio na cabeça de Andrés Colorado. Sozinho, o volante cabeceou para fora.

Não parou por aí. Três minutos depois, o São Paulo conseguiu boa troca de passes. Pablo Maia dominou e arriscou de fora da área. Darley, bem colocado, espalmou para longe da área.

DESENCANTOU! RIGONI FAZ O SEGUNDO DO SÃO PAULO E TORÓ AMPLIA
O Mirassol não reagia, o que serviu para o São Paulo continuar com o domínio da partida. Aos 27 minutos, o Tricolor ampliou com um gol especial. Após boa jogada pela esquerda, Reinaldo dominou e cruzou na meia altura para Rigoni, que bateu de primeira e marcou.

O terceiro gol não demorou para acontecer. Com 35, Nikão rolou para Rodrigo Nestor, que cruzou rasteiro dentro da área e Toró apareceu para empurrar para a rede, sem chances para o goleiro Darley.

Fim de partida e goleada do São Paulo.

MIRASSOL 0 X 3 SÃO PAULO
Local: 
Estádio José Maria Campos Maia, em Mirassol (SP)
Data/Horário: 13/03/2022, às 16h
Árbitro: Matheus Delgado Candançan
Assistentes: Evandro de Melo Lima e Gustavo Rodrigues de Oliveira
VAR: Marcio Henrique de Gois
Gols: Reinaldo (0-1) (20’/1ºT), Rigoni (0-2) (27’/2ºT), Toró (0-3) (35’/2ºT)
Cartões amarelos: Neto Moura (MIR), Rodrigo Nestor (SAO)
Cartões vermelhos:
Público/Renda: 
11.729 pagantes / R$ 608.770,00

MIRASSOL
Darley, Rodrigo Ferreira, Lucão, Ednei e Pará (Frank, aos 40’/2ºT); Luís Oyama (Daniel, aos 40’/2ºT), Nando Moura e Camilo (Claudinho, aos 10’/2ºT); Fabrício Daniel, Fabinho (Rafael Oller, aos 30’/2ºT) e Rafael Silva (Negueba/Intervalo). Técnico: Ivan Baitello.

SÃO PAULO
Jandrei, Moreira, Miranda, Léo e Reinaldo; Pablo Maia, Andrés Colorado (Rodrigo Nestor, aos 22’/2ºT) e Igor Gomes (Rigoni, aos 12’/2ºT); Marquinhos (Patrick, aos 29’/2ºT), Juan (Toró, aos 12’/2ºT) e Luciano (Nikão, aos 12’/2ºT). Técnico: Rogério Ceni.