O uso do pó de rocha para remineralização de solos tem sido uma estratégia adotada por alguns produtores da Paraíba em substituição a fertilizantes sintéticos. O debate sobre a ampliação da prática de remineralização dos solos, ou uso do pó de rocha, ganha relevância diante da atual crise no fornecimento de fertilizantes sintéticos por causa da guerra entre Ucrânia e Rússia, principal fornecedora do insumo para o país.

O pó de rocha é um subproduto da atividade de mineração. O técnico Ricardo Farias já desenvolve a rochagem na remineralização de solos – como consultor de uma propriedade na região do Litoral Sul da Paraíba – e revelou os benefícios da prática.

“Já trabalho com o pó de rocha no Conde, na produção de banana, e posso dizer que o resultado é um espetáculo. Vejo como um dos melhores insumos. Ele tem solubilidade lenta, o que ajuda a fixar os nutrientes no solo e melhorar a produção. O principal problema hoje é o custo logístico, que muitas vezes supera o valor do próprio produto”, resumiu.

G1