Circula nas redes sociais a imagem de um jovem que aparece rebolando e fazendo o movimento conhecido como “sarrada” em uma imagem de Jesus Cristo, na Praça Pública de Angicos, no interior do RN. A situação teria acontecido durante o final de semana, na festa de São José.

Essa prática é crime e é passível de prisão segundo o código penal brasileiro: “Art. 208 – Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena – detenção, de um mês a um ano, ou multa.”