Decidido: o coronel Euller Soares Chaves, comandante da Polícia Militar (PM) da Paraíba, será candidato a deputado estadual nas eleições deste ano (2022).

De acordo com a matéria originalmente postada no Blog do Josival Pereira, a decisão foi combinada e tem o aval do governador João Azevedo.

Uma das consequências da candidatura do coronel Euller será seu afastamento do comando da Polícia Militar no próximo dia 2 de abril. A legislação exige o afastamento de funções de comando 6 meses antes do pleito. Euler está no exercício do comando-geral da PM há mais de 11 anos.

A Constituição Federal e a legislação eleitoral permitem aos militares da ativa a condição especial de apenas requerer filiação partidária após a homologação da candidatura em convenção.

No caso, o coronel Euller deverá se afastar do comando-geral da PM no início de abril e, se continuar na ativa, só vai precisar legalizar a filiação partidária entre o fim de julho e o início de agosto. O mais provável é que o coronel Euller seja candidato pelo PSB.

A inclinação do comandante-geral da PM da Paraíba pela política não é de estranhar. A família, repleta de militares, sempre participou da política em João Pessoa e no Estado.

A candidatura do coronel Euller na atual conjuntura faz parte de um movimento de setores da PM incomodados com o crescimento de lideranças populistas dentro da corporação. A iniciativa tem o apoio do governador João Azevedo, que enxerga no projeto uma forma de dividir o movimento de oposição dentro da corporação. Euller avalia que tem muito serviço prestado à corporação e que pode ser reconhecido interna e externamente.

 

PARAÍBA RÁDIO BLOG