Em reunião no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro definiu o sucessor do ministro da Defesa, Braga Netto, que é o nome mais cotado para formar a chapa com Bolsonaro na disputa pela reeleição, em outubro deste ano. O presidente definiu que o general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira assumirá a pasta.

Marco Antônio Freire Gomes, atualmente no Comando de Operações Terrestres do Exército, assumirá o lugar do atual comandante do Exército.

As definições, que já vinham sendo analisadas, foram fechadas numa reunião na manhã desta segunda-feira (28). Além de Braga Netto, participaram os comandantes das Forças Armadas.

Braga Netto e cerca de outros dez colegas vão deixar o cargo até o dia 31 de março. O prazo é a data-limite para que aqueles que vão disputar as eleições deixem as funções públicas.