Brasília(DF), 07/10/2015 - Postos de combustíveis aumentam o valor do etanol. Posto Ipiranga 114/115 norte . Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo da Paraíba (Sindipetro-PB), Omar Hamada revelou o estado corre o risco iminente de sofrer com falta de combustíveis nos postos.

Isso se deve, ainda de acordo com o presidente, ao fato dos postos independentes estarem com dificuldade de comprar combustíveis.

“Já passou o mês de março em adequação. Ou seja, suspende venda para bandeira branca, que são os postos independentes, e o bandeirado passa ao sistema de adequação, ou seja, recebendo apenas a metade do pedido”, disse.

O problema, ainda conforme Omar Hamada é provocado pela valorização dos combustíveis no mercado internacional onde os preços são mais elevados do que os são praticados no Brasil.

Além disso a demora da Petrobras em realizar os ajustes faz com que as empresas esperem por mais tempo para adquirir o combustível.

“A exportação fica perigosa para as distribuidoras porque é um processo que leva 90 dias e ninguém sabe se quando chegar aqui vai está compatível. A Petrobras se baliza com preços internacionais, mas tem hora que demora para acompanhar. As distribuidoras tendem a não importar porque não têm a segurança de que chegando aqui o produto vai ficar competitivo. E por sua vez a Petrobras não produz o suficiente para atender o mercado interno”, concluiu.

PB Agora