Em boletim divulgado nesta quinta-feira (31), pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), foi confirmado o primeiro caso em Pernambuco da subvariante BA.2 da Ômicron, linhagem predominante no Estado.

De acordo com o boletim, o registro positivo para a BA.2 veio em uma em amostra coletada no dia 4 de fevereiro, de uma paciente do sexo feminino, de 82 anos de idade, que possuía múltiplas comorbidades (doença de Alzheimer, hipertensão, diabetes, doença de Parkinson).

Os primeiros sintomas da idosa foram apresentados em 28 de janeiro, seguido de atendimento na atenção básica do Recife. Após piora no quadro, foi transferida para o Hospital Maria Lucinda, vindo a falecer no dia 20 de fevereiro. A mulher estava com o esquema vacinal completo contra a Covid-19.

A amostra positiva foi detectada no último sequenciamento genético feito pelo Instituto Aggeu Magalhães (IAM/FiocruzPE), entregue nesta quinta-feira (31/03) à Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE).

Segundo o levantamento, dos 54 genomas analisados, todos (100%) foram identificados como da linhagem Ômicron (BA.1; BA.1.1; BA.2). As coletas foram realizadas entre o início de fevereiro e a primeira quinzena de março.

“A BA.2 já circula em diversos estados brasileiros, o que aumentava ainda mais a possibilidade de circulação desta sublinhagem em território pernambucano. Por isso, continuávamos atentos à vigilância genômica do novo coronavírus no Estado, analisando periodicamente amostras de diversos períodos, o que possibilitou que identificássemos a subvariante no nosso sequenciamento genético mais recente”, pontua o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Segundo levantamento da Fiocruz, outros seis estados têm casos confirmados desta sublinhagem: Ceará, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo.

Boletim da SES-PE

No boletim desta quinta-feira (31), com os dados da Covid-19 em Pernambuco, foram registrados, em 24 horas, 1.411 casos de Covid-19 e 11 mortes pela doença no Estado..

Entre os confirmados hoje, 15 (1%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.396 (98%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 897.626 casos confirmados da doença, sendo 58.319 graves e 839.307 leves.

Os 11 óbitos confirmados do boletim desta quinta ocorreram entre 25 de abril de 2021 e a última sexta-feira (25). As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Afogados da Ingazeira (1), Araripina (1), Ibimirim (1), Nazaré da Mata (1), Olinda (2) e Recife (5). Com isso, o Estado totaliza 21.411 mortes pela Covid-19. Os pacientes tinham entre 42 e 96 anos.

Folha de Pernambuco