O Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB) notificou 201 condutores por dirigir sob efeito de álcool durante o mês de março. Os dados são da Divisão de Policiamento e Fiscalização do órgão, responsável pela Operação Lei Seca.

De acordo com o balanço mensal, foram realizados 1.044 testes de bafômetro, que resultaram na apreensão de 163 carteiras de habilitação (CNHs) e na remoção de 37 veículos aos pátios do órgão. A operação ainda autuou 132 condutores em flagrante, pela prática de outras infrações ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Segundo o chefe da Divisão de Policiamento e coordenador da Lei Seca, coronel Rochester Vale, as fiscalizações vêm sendo intensificadas, com o objetivo de continuar coibindo os abusos praticados por muitos condutores que ainda insistem em desobedecer às leis de trânsito, principalmente ao que se refere às infrações relacionadas à embriaguez ao volante. A Operação Lei Seca conta com o apoio da Polícia Militar da Paraíba.

O Código de Trânsito Brasileiro prevê que os condutores de veículos flagrados sob efeito de álcool estão sujeitos à multa no valor de R$ 2.934,70 e podem responder a processo administrativo de suspensão do direito de dirigir por um ano. Em caso de reincidência, será cobrado o dobro do valor da multa e o infrator poderá responder por processo de cassação da CNH.

 

 

  • PORTAL CORREIO