A família do cliclista João Quirino, de 35 anos, morto após ser atropelado em Santa Rita, cobra providências com relação a decisão da Justiça que colocou o suspeito em liberdade após realização de audiência de custódia que aconteceu na manhã desta terça-feira (26), em João Pessoa.

Quirino foi atropelado no último domingo (24) na rodovia PB-004. O suspeito deixou o local sem prestar socorro, mas foi preso em flagrante na tarde da segunda-feira (25), após ter o carro encontrado por policiais. Na delegacia, o homem de 66 anos confessou ter atropelado os ciclistas e disse que escondeu o carro após o acidente. Além da vítima fatal, outros três ciclistas foram atingidos.

Em entrevista à emissora de tv de João Pessoa, familiares do ciclista João Quirino questionaram a decisão da Justiça. Dona Elionai, mãe da vítima, disse ainda não acreditar na morte do filho. “Ele gostava muito de pedalar, mas sabia por onde andar. Hoje vivo com uma dor”, confessou emocionada.

O condutor do veículo responderá o processo em liberdade.

Fonte: PB Agora